Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Confira jogos e arbritagem da Quarta rodada com campeonato municipal de Arara

A quarta rodada do campeonato municipal de futebol de campo de Arara terá todos os jogos neste próximo sábado, devido à votação das eleições que ocorrerão neste domingo dia 5 de Outubro. Confira os jogos e os arbritos das partidas :

CAMPEONATO MUNICIPAL DE ARARA EDIÇÃO 2014
TAÇA; SEVERINO FERNANDES (RAMINHO)
ESCALA DE ÁRBITROS
QUARTA RODADA; TODOS OS JOGOS SERÃO NO SÁBADO;
ZONA URBANA;
04/09 Sáb;8;00 ARARENSE X MAZEMBE ARBITRO;HELOI
04/09 Sáb;9;30 RED BULL X ATLÉTICO ARBITRO;IVO
04/09 Sáb;14;00 BEN FICA X SANTA FE ARBITRO;ANTONIO
04/09 Sáb;16;00 botafogo X BELA VISTA ARBITRO;PILULA
ZONA RURAL;
04/09; 15/15 PALMEIRAS X CRUZEIRO ARBITRO;GALÃO
04/09; 15/15 FLUMINENSE X BRAGANTINO ARBITRO;IVO
04/09; 15/15 GUARANI X SÃO PAULO;ARBITRO;NALDO


Redação/Portal Arara

Primavera tem início com temperaturas próximas de 40ºC, acima da média do Sertão da PB

Seca na PB
Seca na PB
A primavera teve início na semana passada e já apresenta uma de suas principais características: a gradual elevação da temperatura que antecede a chegada do verão. De acordo com a Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), nessa época do ano os termômetros costumam oscilar entre a 18°C e 36°C, mas na cidade de Sousa foram registrados 36,7°C.

A temperatura um pouco acima da média ocorreu no domingo passado (28) e, segundo os meteorologistas da Aesa, pode se repetir na medida que o verão se aproxime. “Não temos variações climáticas muito acentuadas na transição de uma estação para outra, mas esse aumento gradual do calor é esperado, principalmente na região do Sertão paraibano”, informou a meteorologista Marle Bandeira.

Além de temperaturas máximas em torno dos 36°C, a estação das flores também é caracterizada pelos baixos índices pluviométricos. “No nosso Estado, o período da primavera coincide com o período de estiagem, onde as chuvas são bastante reduzidas. Por ouro lado, a incidência dos raios solares é maior. O dia solar aumenta e as noites diminuem, aumentando assim a insolação na Paraíba”, acrescentou Bandeira.

Até a chegada do verão, que esse ano começa no dia 21 de dezembro, as temperaturas médias esperadas para o Litoral são a máxima de 30ºC e a mínima de 23ºC. No Brejo, os termômetros devem variar entre 28ºC e 19ºC; entre 29ºC e 19ºC no Agreste; Cariri, 34ºC e 18ºC; Sertão, 36ºC e 23ºC; e Alto Sertão, 36ºC e 22ºC.

Portal Arara
Fonte : Portal Correio

Comércio na PB gera quase 28 mil empregos em cinco anos, diz IBGE

Quase 28 mil empregos foram gerados em um intervalo de cinco anos no comércio paraibano. De 83.709 comerciários em 2007, o número chegou a 111.586 em 2012, um aumento de 33,3%. O dado faz parte da Pesquisa Anual do Comércio (PAC), divulgada nesta quarta-feira (1º) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O levantamento revela informações dos segmentos atacadista, varejista e de veículos automotores, peças e motocicletas.

O salário médio do comerciário paraibano cresceu mais de 35% no período. No primeiro ano do levantamento, o profissional recebia em média R$ 629 e, no último ano, chegou a R$ 824. A média ainda está um pouco abaixo da região Nordeste, R$ 897, e do Brasil, cujo salário gira em torno de R$ 1.135.

De acordo com a estatística do IBGE, a Paraíba possui 10.930 empresas de veículos, peças e motocicletas; 19.680 comércios atacadistas; e 80.976 comércios varejistas.

Em nota, o instituto analisa que o estado acompanha a média de crescimento apresentada no Nordeste e no Brasil. "Observou-se, em linhas gerais, que a Paraíba acompanhou a tendência verificada em níveis nacional e regional, de crescimento das principais variáveis básicas da pesquisa, como a receita bruta de revenda, a margem de comercialização, salários, pessoal ocupado e número de unidades locais".

O estudo do IBGE explica que "os valores monetários dos salários, da receita bruta de revenda e da margem de comercialização, para os anos de 2007 a 2011, foram corrigidos (inflacionados) a valores de 2012 através do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)".

Em Monteiro, Maranhão libera aliados para apoiarem Ricardo

O ex-governador José Maranhão (PMDB), candidato ao Senado da República nas eleições estaduais do próximo domingo (05), liberou aliados políticos no município de Monteiro para apoiarem a candidatura do governador Ricardo Coutinho (PSDB) já no primeiro turno. O partido do ex-governador, o PMDB, tem como candidato ao governo do Estado o senador Vital do Rego Filho,
A informação foi publicada nesta quarta-feira (01) no site Vitrine do Cariri, que é da cidade de Monteiro. Segundo a matéria, o ex-governador esteve em Monteiro na terça-feira, dia 23 de setembro, justamente no dia em que o govenador e candidato ao governo da Paraíba, Ricardo Coutinho, realizou comícios na região do Cariri.
Segundo revelações de uma das lideranças presentes ao almoço oferecido na churrascaria Cariri, o ex-governador José Maranhão descartou qualquer possibilidade de apoiar a candidatura do senador Cássio Cunha Lima ao governo do Estado em um possível segundo turno e disse que aqueles que quisessem apoiar o governador Ricardo Coutinho já no primeiro turno ficassem a vontade.
O primeiro reflexo das declarações do ex-governador e candidato ao Senado da República foi que dias depois a ex-prefeita de Monteiro, Lourdinha Aragão e vários de seus aliados anunciaram adesão à candidatura de Ricardo Coutinho.
Portal Arara
Fonte : MaisPB com Vitrine do Cariri

Corpo encontrado com perfuração de faca no pescoço entre Remígio e Areia

Um crime ainda cercado de mistérios, aconteceu no Sítio Capim de Cheiro, zona rural do município de Remígio, na divisa com a cidade de Areia, no Agreste da Paraíba. A polícia acredita que o crime ocorreu dias antes.
Mas, na tarde desta terça-feira (30), o corpo de um homem identificado por Adriano Medeiros Santos, de vulgo “Nena Cabeção”, de 36 anos, foi encontrado com sinais de perfuração de faca peixeira na região do pescoço.
Policiais Civis da Delegacia de Remígio-PB, pertencente a 7ª DRPC de Picuí-PB, estiveram na cena do crime. Em seguida, o Núcleo de Homicídios de Esperança-PB, foi acionado para analisar o cadáver e iniciar o trabalho de investigação sobre provável autoria do crime.

O corpo foi encaminhado para o IML – Instituto Médico Legal de Campina Grande-PB. Até às 07h desta quarta-feira (01), a autoria do crime, não havia sido identificado, já que a polícia não sabe o que motivou.

Portal Arara
Fonte : Revista Novo Perfil online/ Bayeux Jovem via Portal do Júlio
Foto: 7ª DRPC

106 promotores do Ministério Público da Paraíba vão atuar nas eleições

No próximo domingo (5), cerca de 2,8 milhões de eleitores vão às urnas na Paraíba para escolher os novos deputados estaduais e federais, senador, governador e presidente da República. Para garantir que tudo ocorra dentro da legalidade, 106 promotores de Justiça, dos quais 77 eleitorais e 29 auxiliares, vão atuar durante o pleito. A principal atividade dos promotores no dia do pleito é fiscalizar os locais de votação para coibir a prática de crimes eleitorais.
De acordo com a promotora de Justiça Dinalba Araruna Gonçalves, que atua na 1ª Zona Eleitoral de João Pessoa, informou que o Ministério Público verifica se está ocorrendo comícios, carreatas, uso de de amplificadores  e propaganda boca de urna. O promotor José Eulâmpio Duarte, da 72ª Zona Eleitoral de Campina Grande, também reiterou que a principal atividade do Ministério Público no dia das eleições é a fiscalização para combater qualquer tipo de propaganda ilegal.
A promotora Gláucia Xavier, que atua na 64ª Zona Eleitoral da Capital, informou que os promotores, no dia do pleito, visitam as seções eleitorais para verificar se estão sendo cometidos abusos ou crimes. Além disso, eles observam as imediações dos locais de votação para coibir aglomerados de pessoas que estejam fazendo propaganda eleitoral irregular ou que prática que possa se caracterizar como boca de urna.
“Caso seja identificada a prática de crime eleitoral, a pessoa será encaminhada para a sede da Polícia Federal (em Cabedelo). Se o caso for de crime comum, o encaminhamento será feito para a delegacia de polícia que estiver de plantão”, ressaltou a promotora.
Segundo a promotora Dinalba Gonçalves, outro ponto que será focado no dia do pleito é se os candidatos estão comparecendo às seções eleitorais acompanhados de pessoas, o que é proibido pela Portaria Conjunta dos juízes eleitorais da Capital 001/2014. De acordo com a portaria, fica proibido o Candidato comparecer aos locais de votação acompanhado de pessoas, podendo, sim, como fiscal natural do pleito, o fazer de forma solitária, a fim de evitar tumultos e configuração de “Boca de Urna”, bem como ao comparecer, não deve ficar cumprimentando os eleitores, o que pode ser considerado também crime eleitoral.
A promotora que atua na 1ª Zona Eleitoral de João Pessoa ressalta ainda que é proibida qualquer forma de propaganda eleitoral no entorno dos locais de votação, o que compreende as ruas que circunda a quadra onde está situado, inclusive em residências particulares, devendo ser removidas as placas, cartazes e pinturas de todos os prédios que estejam caracterizados com propaganda política, até o dia 04 de outubro de 2014, sob pena de multa nos termos da Lei n° 9.504/97, sem prejuízo de apuração de crime eleitoral. “O Ministério Público atua para que a eleição seja democrática e nenhuma intercorrência aconteça”, concluiu Dinalba Gonçalves.
Portal Arara
Fonte : MPPB

Cássio diz que RC falta debate por medo de responder acusação de “mensalão”

201410010243300000002349
Em debate realizado pela Rede Correio Sat, o confronto entre os candidatos é direto, semperguntas efetuadas por jornalistas.
O debate ocorre com a presença de todos os candidatos ao governo da Paraíba, com exceção do governador e candidato à reeleição Ricardo Coutinho.
Cássio Cunha Lima (PSDB), ao se referir à falta de Ricardo Coutinho (PSB), diz que o governador não compareceu ao debate por incapacidade de responder as graves acusações que surgiram nesta reta final de campanha. “O que caracteriza a ausência de Ricardo é o desrespeito com o eleitor, é a incapacidade de responder as graves acusações”, comentou Cássio.
O debate aborda temas como saúde, mobilidade urbana, escândalos de campanha e educação.

Portal Arara
Fonte : Wscom Online

Cássio e Ricardo travam confronto particular durante debate

9573698d14ec741020bb
A troca de ataques entre os candidatos ao governo do Estado da Paraíba marcou o debate realizado nesta terça-feira (30) pelas TVs Cabo Branco e Paraíba. Participaram os cinco concorrentes com representação na Câmara Federal: Cássio Cunha Lima (PSDB), Major Fábio (PROS), Ricardo Coutinho (PSB), Tárcio Teixeira (PSOL) e Vital do Rêgo (PMDB). Cássio e Ricardo travaram um duelo particular durante o debate e também foram os alvos preferidos dos demais adversários.
Com a mediação do jornalista da Rede Globo José Raimundo, o programa foi dividido em quatro blocos, cada um com cerca de 25 minutos. Em dois deles, o participantes fizeram perguntas entre si, sobre temas definidos. Nos outros dois, as perguntas foram com temas livres.
O confronto entre Ricardo e Cássio começou logo no primeiro bloco, com perguntas de temas livres. O candidato à reeleição foi o primeiro a perguntar e escolheu indagar o ex-aliado, perguntando sobre as obras de mobilidade urbana realizadas durante o governo tucano na região de João Pessoa. Em sua resposta, Cássio disse que quando assumiu a administração estadual encontrou as finanças desequilibradas e focou em dar continuidade às obras que estavam em andamento, como a duplicação da BR-230. E acrescentou que se eleito vai viabilizar projetos que garantem o contorno rodoviário de João Pessoa e a implantação de BRT nas Brs.
Em réplica, Ricardo afirmou que Cássio governou por sete anos e “não conseguiu citar uma única obra na região de João Pessoa que é a maior do Estado”. Na tréplica o tucano disse que “Ricardo tem a mania de achar que descobriu a Paraíba e não reconhece os recursos que nós deixamos assegurados”, disse fazendo referência à sua gestão.
Por sua vez, Cássio perguntou a Vital sobre os investimentos em Educação. O candidato do PMDB disse que o ensino profissionalizante será uma prioridade no seu governo. “ Vamos garantir todas as metas do PNE para a Paraíba: escola em tempo integral, aplicar o PCCR da educação, devolver as gratificações aos nossos professores”, garantiu.
A pergunta seguinte foi dirigida por Vital a Major Fábio, sobre segurança pública. O candidato do Pros garantiu que vai cuidar das divisas da Paraíba, para evitar a entrada de drogas. “Vamos fechar as divisas, reforçar o efetivo e criar um comitê ligado diretamente ao governador. Eu vou comandar a segurança pública na Paraíba”, respondeu para Vital.
Após responder pergunta de Major Fábio também sobre mobilidade, Tárcio indagou Ricardo sobre sua relação com o funcionalismo e o acusou de não pagar gratificações à categoria.
Major Fábio também lançou o tema da mobilidade urbana para o candidato Tárcio Teixeira, que, se eleito, disse que vai criar a Empresa Paraibana de Transporte Público, para concorrer com as demais empresas e garantir um transporte de massa de qualidade para os trabalhadores. Tárcio mirou em Ricardo perguntando sobre sua relação com o funcionalismo e o acusando de não pagar gratificações.
No segundo bloco, os candidatos responderam sobre temas determinados por sorteio e mais uma vez Ricardo e Cássio foram para o enfrentamento. Após responder pergunta de Vital sobre propostas para o esporte, o governador voltou a mirar o tucano. sobre o tema combate a seca. “Nosso governo está construindo 731 quilômetros de adutoras e estamos bem adiantados no canal Acauã/Araçagi, além da reconstrução da barragem de Camará. Qual a sua proposta concreta para atenuar os efeitos da seca que assola o nordeste?”, perguntou Ricardo.
Em sua fala o candidato do PSDB alfineteou o adversário dizendo que as obras anunciadas por ele foram iniciadas no seu governo. “Todas essas obras de adutora que Ricardo traz como se fosse iniciativa do governo dele são obras que foram iniciadas já na minha gestão. Ele acha que descobriu a Paraíba nos últimos três anos. Não reconhece o trabalho que fizemos, deixando aquilo que é essencial para o governo: projetos e recursos. Não se faz obra sem projeto, nem dinheiro”, afirmou Cássio.
Clima esquenta no terceiro bloco 
Com perguntas sobre temas livres, o terceiro bloco do debate foi marcado pelo confronto direto entre Ricardo Coutinho e Cássio Cunha Lima. Tárcio Teixeira (PSOL) abriu o bloco, indagando ao candidato Cássio Cunha Lima sobre o congelamento das gratificações aos servidores públicos estadual, quando o tucano governou o Estado, e obrigou o funcionalismo a fazer empréstimo para receber o 13º salário, inclusive pagando os juros ao banco.
Em seguida, a temperatura aumentou quando Cássio se confrontou com Ricardo Coutinho. O tucano disse que, em 2011 , a polícia apreendeu um saco de dinheiro, que estava em um carro blindado, com bilhetes indicando a distribuição dos recursos para secretários e seu irmão Coriolando Coutinho. Depois, a Secretaria de Segurança mandou a ocorrência para Ricardo fazer a apreciação política do caso. “Inquérito tem que ter apreciação política”, peguntou Cássio ao governador. Na resposta, Ricardo ressaltou que era “mais uma mentira contada” pelo tucano e pontuou que chamou o Ministério Público e pediu uma investigação. Ele afirmou ainda que não tinha o que temer, pois não tinha nenhum inquérito no STF (Supremo Tribunal Federal) contra si
Com as acusações, o candidato do PSDB pediu direito de resposta, sendo concedido um minuto. O tucano destacou que nunca foi condenado nem teve uma só imputação de débito. “Agora ele (Ricardo) ficou nervoso e não respondeu a pergunta. Até porque o Ministério Público ainda não deu a certidão pedida pelo Fórum dos servidores públicos em relação a este suposto inquérito e a resposta dele fica claro que gouve sim interferência política , o inquérito simplesmente sumiu”, alfinetou Cássio.
Após o embate, foi a vez de Ricardo Coutinho fazer uma pergunta. Ele escolheu Major Fábio e fez uma indagação sobre o programa governamental que faz exames prévios e dá assistência médica aos bebês cardiopatas, com mais de 300 cirurgias no Hospital Arlinda Marques. Fábio disse que o programa era excelente, mas defendeu a sua ampliação para todo o Estado assim como os demais serviços de saúde. “Nós temos que melhorar a Saúde da Paraíba”, afirmou o candidato do PROS. 
 
No último bloco do debate, com a volta dos temas determinados por sorteio, o clima continuou quente.O primeiro a perguntar foi Major Fábio, sobre o tema terceirizações de serviços, ele indagou Cássio sobre o porquê do tucano nunca ter se manifestado contra as denúncias de irregularidades na gestão do Trauma de João Pessoa, quando era aliado de Ricardo Coutinho.
Cássio respondeu dizendo que não era secretário do governador e não tinha como fiscalizar todas as ações do Executivo. Mas ressaltou que, se for eleito, pretende auditar todos os contratos de terceirização da saúde, feitos pela atual gestão. “A Cruz Vermelha pode ser demitida, os funcionários do Trauma não, eu não confundo a gestão temerária da Cruz Vermelha com o trabalho realizado”, afirmou. Em réplica, Major Fábio disse que o tucano foi omisso com todos os problemas ocorridos na gestão socialista.
Depois, Cássio mais uma vez se voltou para Ricardo . Perguntando sobre o tema saúde ele questionou a promessa feita pelo governador em 2010 de construir maternidades em todas as cidades do Estado. Ricardo começou a resposta dizendo que entendia mais do assunto do que o adversário e disse que a Paraíba foi o estado do Nordeste que mais ampliou a rede de obstetrícia, citando três maternidades feitas na sua gestão . Depois Ricardo acusou Cássio de não criar nenhum leito durante no Estado quando foi governador.
O bloco prosseguiu com Ricardo Coutinho perguntando a Tárcio Teixeira sobre o pagamento de precatórios. Em seguida o candidato do PSOL indagou Vital do Rêgo sobre a política de concursos públicos para o estado. E a última pergunta do debate foi do peemedebista para Major Fábio, sobre propostas para a agricultura.
Por fim , cada cada um dos candidatos teve um um minuto e meio para apresentar suas considerações finais .

Portal Arara
Fonte : JP

Com negociações travadas, bancários continuam parados; duplicatas poderão ser pagas após a greve

greve-bancos
O presidente do Sindicato dos Bancários na Paraíba, Marcos Henriques garantiu que mesmo com adesão de 90% dos bancários ao movimento grevista, a população não será penalizada. Ele assegurou que os  caixas eletrônicos estarão sendo abastecidos para saques, mas que os depósitos não poderão ser feitos até porque não existem funcionários para fazer a compensação.
Ele destacou ainda que as duplicatas que se vencerem durante o período da greve poderão ser pagas até três dias após o término do movimento sem qualquer ônus para o cliente. Ele alertou que o banco que  descumprir essa norma poderá pagar uma multa que  varia R$ 50 a 500 mil reais de acordo com uma lei do Ministério Público Estadual. 
O sindicalista afirmou que as negociações com a classe patronal estão paralisadas. “ Estamos abertos ao diálogo”, destacou Marcos Henriques.  Entre as reivindicações da categoria estão um piso salarial de  R$  2.942,00, aumento de  12,5%, fim das demissões imotivadas,  isonomia salarial entre novos e velhos funcionários, mais contratações, dentre outros pontos. 
Portal Arara
Fonte : Paulo Cosme

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

CUTA O PORTAL...

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Hebergeur d'Images Gratuit

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Hebergeur d'Images Gratuit

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :

Publicidade :
 
Portal Arara : 4 Anos | De | Credibilidade
© 2013. Bem Vindo ao Portal Arara - Todos os direitos reservados
Editado por IL Produções Audio Virsual
Contato portalararapb@bol.com.br