publicidade

publicidade

DESTAQUES

PARAIBA

Publicidade :

Publicidade :

CIDADE

publicidade

publicidade

POLICIA

Publicidade

Publicidade

BRASIL

POLITICA

Publicidade

Publicidade

ESPORTES

GERAL

» » Varredura contra gatos de energia já prendeu 33 pessoas na Paraíba

Os famosos “gatos” são responsáveis por um grande volume de energia desviado todos os anos. Para combater essa prática criminosa, a Energisa aumentou em 40% seu efetivo do Departamento de Combate às Perdas, realizando só no ano de 2017 a regularização de mais de 7500 “gatos”, com 33 prisões no estado da Paraíba.
As ações ostensivas são contínuas em todo o estado e nesta quarta feira (23) haverá uma ação em regime de mutirão na região de Sousa que contará com reforço de equipes (o dobro do efetivo da região Oeste). O mutirão de fiscalização na região deve durar 30 dias.
As perdas de energia em todo o estado somam 109 GWh, sendo que 13 GWh estão na região de Sousa. A área de Combate a Perdas espera recuperar 1 GWh com esta ação, o que seria suficiente para atender 7.900 unidades consumidoras no estado.
O furto de energia causa grandes prejuízos, não só para a distribuidora, que chega a ter um déficit de, aproximadamente, R$ 71 milhões no seu faturamento anual, mas também para o estado da Paraíba, que deixa de arrecadar R$ 19 milhões em ICMS. Esses recursos poderiam ser destinados a áreas como saúde, segurança e educação.
Importante ressaltar que furto de energia é crime de acordo com o Código Penal, Art. 155, e o responsável pode ser condenado a até 8 anos de cadeia. Durante a fiscalização, a polícia será acionada e o furtador deve ser preso, sendo indiciado em inquérito criminal.
O cliente regular acaba pagando a conta resultante da prática de furto, já que parte do valor desviado é acrescido ao valor da tarifa, além de impactar a qualidade do fornecimento de energia em sua residência e de trazer riscos à sua segurança. O cliente pode e deve denunciar pelos nossos canais de atendimento.
Portal Arara
Fonte : MaisPB

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga