PUBLICIDADE

Padre é preso por armazenar material pornográfico de menores no celular

Um padre de 66 anos foi preso suspeito de pedofilia em Guapiaçu (SP), nesta quinta-feira (30). Segundo a Polícia Civil, a denúncia partiu da mãe de um jovem, de 17 anos, que desconfiou dos longos períodos que o filho passava na casa do padre Manoel Bezerra Lima.
Policiais da Delegacia Seccional cumpriram um mandado de busca expedido para a Vara da Infância de Juventude de São José do Rio Preto (SP).
No celular do padre foram localizadas fotos e vídeos de menores de idade praticando atos sexuais. Os policiais também apreenderam preservativos, gel lubrificante, material pornográfico e várias carteirinhas de time de futebol de menores de idade.
Foram apreendidos preservativos, gel lubrificante, material pornográfico e carteirinhas de time de futebol (Foto: Reprodução/TV TEM)
Segundo o delegado seccional José Mauro Ventureli, o padre estava afastado da função por já haver registro de outras denúncias.
“Há informações de outras ocorrências da mesma natureza. Pelo que foi informado hoje, tinha por hábito menores frequentarem a casa paroquial e, por isso, ele estava afastado”, explica.
O padre foi preso em flagrante em decorrência do material apreendido no celular. De acordo com a polícia, um segundo religioso também é investigado pela polícia e Ministério Público por pedofilia.
Padre foi preso por armazenar material pornográfico (Foto: Reprodução/TV TEM)
 
TV TEM tentou entrar em contato com o bispado de São José do Rio Preto para comentar sobre o caso, mas não obteve retorno.
Uma nota oficial publicada pelo bispado diz que só tem conhecimento do caso pela imprensa. O representante da igreja católica em Guapiaçu afirmou que o padre Manoel Bezerra de Lima realizava o serviço de pároco apenas na capela do condomínio em que mora, e não confirmou o afastamento dele das atividades religiosas.
O delegado arbitrou fiança de R$ 3 mil, que até a noite desta quinta-feira (30) o padre não pagou.
Portal Arara
Fonte: G1
Tecnologia do Blogger.