PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Ato em apoio a Lula tem 4 feridos, um detido e carros depredados em JP

Quatro pessoas ficaram feridas e uma foi detida durante o protesto em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em João Pessoa, na manhã desta quarta-feira (24). Entre os feridos, há um policial. Carros no pátio da Justiça Federal foram depredados. 

De acordo com a Polícia Militar, os grupos tentaram invadir o prédio da Justiça Federal, no bairro Pedro Gondim, e ainda depredaram carros dentro do estacionamento. A PM não confirma o uso de spray de pimenta nem disparos com balas de borracha, indo de encontro ao que dizem testemunhas no local. 
Uma pessoa foi detida e levada para a Central de Polícia no Geisel e os feridos, sem gravidade, foram socorridos para o Hospital de Trauma de João Pessoa.
O número de carros depredados não foi especificado, mas o Portal Correio apurou que os veículos tiveram vidros quebrados e um deles era da Polícia Federal. Os veículos foram retirados do pátio, mas os responsáveis pelo vandalismo não foram identificados. 
A Justiça Federal na Paraíba (JFPB) divulgou que, em virtude dos atos e da concentração de manifestantes nas imediações dos prédios do órgão, o encerramento do expediente no edifício-sede, em João Pessoa, foi antecipado para as 13h30.
Com a medida, os processos cíveis e criminais terão seus prazos suspensos e não serão realizadas audiências ou sessões de julgamento desses feitos. Os prazos processuais voltarão a transcorrer normalmente a partir desta quinta-feira (25).
Os atos em defesa do ex-presidente começaram nessa terça-feira (23) em várias partes do Brasil e se estendem até esta quarta (24), dia em que ele é julgado.
O recurso do ex-presidente é julgado pela 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre (RS). A apelação é contra a condenação de 9 anos e 6 meses de prisão no caso do triplex do Guarujá, que foi aplicada pelo juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal, em Curitiba (PR).
Na sessão, os procuradores e advogados de defesa irão se manifestar, e os três desembargadores irão proferir os votos. 


Portal Arara
Fonte: Portal Correio
Tecnologia do Blogger.