PUBLICIDADE

FACADAS FORAM DEFESA? Travesti diz que Warley a agrediu para não pagar por programa e facada foi para se defender

A travesti Victória, acusada de esfaquear o ex-jogador da seleção brasileira Warley, foi presa na manhã desta terça-feira, 30, em Cabedelo, onde reside. Na delegacia de Roubos e Furtos, Victor Coelho, que é o nome oficial de Victória, contou que foi contratada para um programa de 30 minutos, no carro do ex-atleta, e custaria R$ 80.
Victória afirmou que o programa não foi concluído e Warley ficou chateado, mandando-a sair do carro sem pagar pelo serviço. Vitória se recusou a sair sem pagamento e houve luta entre eles. Durante a briga, eles saíram do carro e Vitória usou o punhal de Warley para se defender das agressões, atingindo-o duas vezes.
Ela saiu do local levando o celular como pagamento.

Tocador de vídeo
00:00
00:55

Portal Arara
Fonte: Polêmica Paraíba
Tecnologia do Blogger.