PUBLICIDADE

Paraíba retoma ações de cooperação com o Mercosul em extensão rural

O Governo da Paraíba, por intermédio da Emater-PB, integrante da Gestão Unificada (Emepa/Interpa/Emater) vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Agropecuário e Pesca (Sedap), participará de uma Missão Técnica no âmbito do Projeto Regional Fortalecimento do Setor Algodoeiro por meio da Cooperação Sul- Sul a partir desta quarta-feira (31) até o dia 8 de fevereiro.
As primeiras missões aconteceram na Colômbia, Peru, Bolívia e Paraguai, onde o projeto já foi implantado.
Nessa missão, que agora ocorrerá no Equador, a extensão rural paraibana será representada pelo diretor técnico e pelo coordenador de operações da Emater, respectivamente, Vlaminck Saraiva e Alexandre Alfredo.
Os eventos terão lugar nas cidades de Quito, Manabi e Guaya, onde vai ser iniciado o projeto regional naquele país, e terão como representantes do governo equatoriano membros do Ministério da Agricultura e Ganaderia.
Integram ainda a missão técnica representantes da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), da Agência Brasileira de Cooperação do Ministério das Exteriores (ABC/MRE), do Ministério do Trabalho e de instituições brasileiras como a Emater da Paraíba e a Associação Brasileira de Produtores de Algodão (Abrapa).
A Cooperação Sul-Sul Trilateral é uma iniciativa financiada pelo Governo Brasileiro com com recursos de um contencioso decidido na Organização Mundial de Comércio (OMC), entre os produtores de algodão do Brasil e dos EUA em virtude dos altos subsídios praticados pelo governo americano na produção nacional, ferindo acordos entre os países.
Essa iniciativa, segundo o presidente da Gestão unificada, Nivaldo Magalhães, objetiva o desenvolvimento das cadeias produtivas do algodão nos demais países do Mercosul, com foco na segurança alimentar e combate à fome, por meio de sistemas de produção agroalimentares na agricultura familiar desses países.

Portal Arara
Fonte: paraibaonline
Tecnologia do Blogger.