PUBLICIDADE

Duas cidades da PB ficam sem atendimentos do Samu

A cidade do Conde, que fica na Região Metropolitana de João Pessoa, está temporariamente sem o atendimento do Serviço Móvel de Urgência (Samu), desde essa segunda-feira (5), quando a unidade que atende a cidade apresentou defeito. Outro município que enfrenta problemas com o serviço é Riacho de Santo Antônio, no Cariri.
De acordo com a assessoria da Prefeitura do Conde, a unidade do Samu que atende a cidade é uma responsabilidade da Prefeitura de João Pessoa, sendo dever da gestão do Conde apenas o pagamento dos funcionários e alojamento da unidade.
Na última segunda-feira (5), a unidade apresentou um problema técnico e precisou ser deslocada para João Pessoa, porém, até esta quarta-feira (7) o problema não havia sido solucionado e os moradores seguem sem alternativas par atendimento de urgência.
Ainda segundo a assessoria da Prefeitura do Conde, a Secretaria de Saúde do Município conta com uma ambulância que pode ser utilizada em caso de atendimentos de urgência. A reportagem do Portal Correio tentou entrar em contato com a Coordenação do Samu de João Pessoa, mas não houve resposta.
Cidade no Cariri também sofre
A situação na cidade de Riacho de Santo Antônio, que fica no Cariri paraibano, também não é nada confortável. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência está suspenso há quase três anos. Porém, de acordo com a Secretaria de Saúde do Município, uma outra ambulância é utilizada para atender os atendimentos de urgência.
Apesar disso, o caso foi denunciado ao Ministério Público Estadual que recomendou a Prefeitura que os serviços sejam regularizados junto ao Samu Regional.

Luís Eduardo Andrade
Tecnologia do Blogger.