PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Eleitorado da Paraíba cresceu 9,1% nos últimos 10 anos

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), em março de 2008, a Paraíba tinha 2.575.204 eleitores. Dez anos depois, o contingente chegou a 2.811.733 9,185, um aumento de 9,18%.
Foi o segundo menor crescimento de votantes entre os estados e o Distrito Federal, ganhando apenas para o Rio Grande do Sul, que aumentou o número de eleitores em 6,3% no período.  
O baixo crescimento se deve em parte ao recadastramento biométrico na maioria das cidades ao longo dos anos. Em Patos e Sousa, no Sertão paraibano, houve uma retração no contingente de votantes.
Todavia, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) espera o aumento de inscrições. Os cidadãos que pretendem votar nas eleições deste ano têm até o dia 9 de maio para solicitar à Justiça Eleitoral seu título de eleitor. O prazo também vale para os eleitores transferirem seu domicílio eleitoral. O primeiro turno das eleições deste ano será realizado no dia 7 de outubro.
Ao se dirigir ao cartório eleitoral, o cidadão deve levar consigo os seguintes documentos: título de eleitor, caso o possua; um comprovante de residência (sempre que possível, em nome do eleitor e, para os casos de transferência, com antecedência mínima de três meses); um documento oficial de identificação pessoal contendo, no mínimo, nome, filiação, data de nascimento e nacionalidade; e o comprovante de quitação militar, quando do sexo masculino.
O juiz do TRE-PB, Breno Wanderley, explica que a Constituição Federal, em seu artigo 14, parágrafo 1º, estabelece que o alistamento eleitoral e o voto são obrigatórios para os maiores de 18 anos. Todavia, brasileiros de 16 e 17 anos também podem tirar o título de eleitor. O magistrado também da importância do alistamento para a democracia e questões civis.
“O alistamento tem importância para a democracia. Para que ela se consolide, é necessário que as pessoas possam no dia da eleição possam realmente escolher seus candidatos e votar conscientemente. Também existe a questão de ordem civil. Aquele que não exerce o direito do voto pode se prejudicar com relação a concursos públicos, tirar passaportes e outras questões”, ressaltou Breno Wanderley.
Em dez anos, o eleitorado de João Pessoa subiu de 437.883 para 510.136 (16,5%), enquanto Campina Grande oscilou de 264.320 para 281.010 (6,3%) . Já em Santa Rita, o número de votantes
cresceu de 81.656 para 91.922(12,5%).
Portal Arara
Fonte: clickpb
Tecnologia do Blogger.