PUBLICIDADE

‘Mapa’ dos partidos revela força dos pré-candidatos ao Governo

Após o fim do prazo para filiação dos pretensos candidatos, em 7 de abril, alguns partidos já começam a se movimentar e mexer o tabuleiro político do estado. Até o momento, quatro pré-candidatos já colocaram seus nomes para a disputa: João Azevêdo (PSB), José Maranhão (MDB), Lucélio Cartaxo (PV) e Tárcio Teixeira (PSOL).
Outras legendas ainda não se definiram sobre ter ou não candidaturas para o Palácio da Redenção, mas cogitam a possibilidade. Entre elas, está o PDT da vice-governadora Lígia Feliciano, que teve o nome lançado pelo presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, e já admitiu que vai entrar na briga.
A força que esses pretensos candidatos terão na hora da briga dependerá também das alianças firmadas com outros partidos. A reportagem do Portal Correio fez um levantamento para tentar identificar quais legendas já se definiram quanto ao apoio para governador.
João Azevêdo: PSB, PODE, PTB, DEM, AVANTE, PT, PCdoB, PPS, PRTB, PMN
José Maranhão: MDB
Lucélio Cartaxo: PV, PSD, PSDB, SD, PSDC
Tárcio Teixeira: PSOL
Indefinidos: PSTU, PROS, PSL, PR, PRB, PTC, Patriota, Progressistas, PHS, PDT, PPL, Rede, PRP, NOVO, PSC.
O PT só deve formalizar apoio após o encontro do partido no dia 26 de maio. O presidente estadual do partido, Jackson Macedo, disse que a definição sobre o apoio da legenda só deve sair nesta data, durante encontro com 220 delegados do partido em João Pessoa.
De acordo com Jackson, há atualmente uma sinalização forte de apoio ao projeto do PSB, mas isso só será definido pelos delegados. Ele disse que após a definição, o apoio só muda caso haja alguma alteração na conjuntura política. “Como o PT não tem dono, diferente de outros partidos, a decisão será tomada em conjunto, ouvindo os delegados, e isso faz com que a decisão só seja tomada após esse encontro”, explicou.
O Solidariedade ainda não anunciou o apoio, mas garantiu permanecer no campo da oposição. O presidente estadual, Bruno Cunha Lima, disse que o partido não tem pressa para definir o apoio nas eleições deste ano, mas garantiu continuar no campo das oposições. Segundo ele, o partido está conversando com outras duas legendas para discutir as soluções para os atuais problemas do estado. “Estamos dialogando com duas legendas para sairmos dessa discussão personalista, e resgatarmos a legitimidade dos partidos. Não temos pressa nessa definição, mas uma coisa é certa: vamos permanece na oposição”, garantiu.
Já o deputado federal Wilson Filho (PTB) garantiu que o partido estará na chapa majoritária de João Azevedo. O parlamentar destacou que a participação na chapa da situação veio de natural por ser um partido de confiança da base governista. “A participação veio de maneira natural por ser o maior partido da base, pelo número de prefeitos e vice-prefeitos, vereadores, tempo de televisão, numero de filiados e outros pontos, “ frisou Wilson salientando que o PTB é o maior parceiro administrativo do governador Ricardo Coutinho.

Portal Arara
Fonte: Portal Correio
Tecnologia do Blogger.