PUBLICIDADE

Sem combustível: Belém e mais 11 cidades da PB entram em colapso total

Até o início da noite dessa quinta-feira (24), no interior do estado, pelo menos 12 municípios estavam sem combustível, de acordo com o Sindicato dos Revendedores de Combustíveis da Paraíba. No começo da tarde, Campina Grande entrou em colapso total.
A liberação de 30% pelo comando da greve para serviços essenciais foi considerada um respiro diante do sufoco. Os municípios que estavam até essa quinta-feira  sem combustível eram: Juazeirinho, Junco do Seridó, Assunção, Tenório, Picuí, Alagoa Grande, Ingá, Juarez Távora, Belém, Soledade, Areia e Campina Grande.
Cerca de 75 postos de combustível de João Pessoa haviam sido notificados pela Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP) por causa dos aumentos abusivos nos preços da gasolina e do etanol. Os donos dos estabelecimentos terão de justificar os reajustes por meio de planilha de gastos e de apresentação das cinco últimas notas fiscais emitidas, conforme o órgão.
Na tarde de ontem, o Procon-JP havia identificado 14 postos sem gasolina, 34 sem álcool e 14 sem óleo diesel S10. A inspeção da secretaria não encontrou nenhum tipo de combustível “escondido” nos postos, como chegou a ser denunciado.
Portal Arara
Fonte: correiodaparaiba
Tecnologia do Blogger.