PUBLICIDADE

NOS PÊNALTIS, RAPOSA VENCE E ESTÁ A DOIS DUELOS DO ACESSO

O Campinense está a dois jogos da Série C do Campeonato Brasileiro. Em jogo emocionante, a Raposa venceu o Brasiliense-DF por 1 a 0 no tempo normal e, nos pênaltis, ganhou por 5 a 4, ontem à noite, no estádio Amigão, em Campina Grande. Agora, o rubro-negro vai encarar o Ferroviário-CE, nas quartas de final.

Por ter melhor campanha, o Campinense vai decidir a próxima fase em casa. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já confirmou as datas da próxima fase e o primeiro duelo já vai ser no próximo domingo, em Fortaleza.

O jogo

Precisando do resultado e contando com o apoio de um bom público que compareceu ao Amigão, o Campinense começou melhor a partida, partindo para cima do Brasiliense. No entanto, apesar do maior volume de jogo, o time paraibano pouco assustava o goleiro Edmar Sucuri.

A primeira boa chegada foi do Campinense. Aos 20 minutos, o meia Thiago Potiguar aproveitou uma bobeada do pentacampeão Lúcio na intermediária, disparou em direção ao gol, mas foi travado por Preto Costa na hora da finalização. Quatro minutos depois, o Jacaré reagiu. Morais fez bela jogada pela direita e cruzou na medida para Nunes, que cabeceou fraquinho nas mãos de Jeferson.

Já aos 44 minutos, Alex Murici conduziu bem a bola e finalizou da intermediária com muito perigo, mas Sucuri salvou o Jacaré, mandando para escanteio. E o primeiro tempo terminou sem gols.

A segunda etapa começou bem semelhante aos 45 minutos iniciais. O Campinense tinha mais a bola, martelava, mas tinha dificuldade na criação das jogadas. O Brasiliense, por sua vez, apostava nos contra-ataques. Em um deles, aos 18 minutos, Peninha apareceu bem na direita e cruzou na medida para Nunes. No entanto, o centroavante se enrolou todo dentro da área e foi desarmado.

Quando a partida já se encaminhava para o seu final, o Campinense conseguiu abrir o placar. Em boa trama pela direita, Alex Murici cruzou na medida para Denilson, que apenas completou para o gol. O resultado levou a decisão para os pênaltis.

Emoção até o fim

Felipe Cirne iniciou a cobrança dos pênaltis e abriu o placar para o Brasiliense. Na sequência, Marcinho igualou para o Campinense. Tartá cobrou na trave. Marcelinho bateu bem e colocou o time paraibano em vantagem. Gabriel foi o terceiro a bater pelo Jacaré e marcou. Felipe Macena bateu o terceiro para a Raposa e quase Sucuri defende, mas bola entrou: 3 a 2 para o rubro-negro. Wellington Saci voltou a igualar o marcador para o Jacaré. 

O quarto a cobrar pelo Campinense foi Denilson, autor do gol no tempo normal. Ele deslocou o goleiro Sucuri e colocou o time da casa novamente em vantagem. Nunes bateu o quinto do Brasiliense e deixou tudo igual. Eduardo foi para a última cobrança e, de cavadinha, classificou a Raposa para as quartas de final.

Ficha técnica: 

Campinense: Jeferson, Alex Murici, Willian Goiano, Rafael Jansen e Zeca; Felipe Macena, Gustavo Henrique (Denilson), Jackinha (Marcelinho) e Thiago Potiguar (Marcinho); Danilo Bala e Eduardo.

Técnico: Ruy Scarpino.

Brasiliense: Edmar Sucuri, Gabriel, Preto Costa, Lúcio e Wellington Saci; Thiago Pedra, Radamés, Peninha (Welton Felipe) e Morais (Tartá); Erick Flores (Felipe Cirne) e Nunes. 

Técnico: Ailton Ferraz.

Gol: Denilson (Campinense).

Arbitragem: Jean Pierre Gonçalves (RS), Leirson Martins (RS), André Bitencourt (RS) e Pablo Gonçalves (RN).

Estádio: Amigão, em Campina Grande-PB.

Cartões amarelos: Preto Costa, Radamés e Edmar Sucuri (Brasiliense). Alex Murici , Denilson, Marcinho e Müller Fernandes (Campinense).

Cartão vermelho: Delone (goleiro reserva do Campinense).

Público e renda: Não divulgados.

Confira os confrontos das quartas de final:

Linense-SP x São José-RS

Treze-PB x Caxias-RS

Ferroviário-CE x Campinense-PB

Manaus-AM x Imperatriz-MA

*Os times da esquerda decidem em casa



Fonte: Correio
Tecnologia do Blogger.