PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Série D: Campinense vence tempo normal, mas acesso escapa nos pênaltis

Não foi dessa vez. O Campinense lutou até o fim, foi guerreiro, mas deixou o acesso escapar. A Raposa venceu o Ferroviário-CE por 1 a 0 no tempo normal, mas foi derrotada pelo time cearense por 5 a 4 nos pênaltis e se despediu da Série D do Campeonato Brasileiro, na noite desta segunda-feira (9), em jogo disputado no Amigão, em Campina Grande. O Ferrão agora vai encarar o São José-RS na semifinal do torneio. A CBF ainda vai confirmar as datas do confronto.
O tão sonhando acesso não veio, mas o Campinense sai da competição nacional de cabeça erguida. Em 12 jogos, a Raposa venceu oito, empatou um e perdeu apenas três. Vale lembrar que o rubro-negro tem vaga assegurada na Quarta Divisão do ano que vem.
O jogo
Empurrado por um grande público que compareceu ao Amigão, o Campinense começou a partida partindo para cima do adversário e quase abriu o placar logo aos três minutos. Marcinho cobrou falta na área e Denilson cabeceou com perigo, por cima da meta defendida pelo goleiro Gleibson.
Aos dez, Alex Murici tabelou com Danilo Bala e cruzou na medida para Denilson, que mais uma vez cabeceou para fora. O Ferrão chegou com perigo pela primeira vez aos 22 minutos. Em cobrança de falta, a zaga do Campinense tentou afastar, a bola bateu no zagueiro André Lima e, por muito pouco, não passou pelo goleiro Jeferson, que se esticou todo para salvar a Raposa.
Apesar de ter mais domínio de posse de bola, o Campinense pouco criou no primeiro tempo. A maior parte das tentativas foi com bolas alçadas na área, mas sem levar muito perigo ao goleiro Gleibson.
O segundo tempo começou e o Campinense tratou logo de abrir o placar. Aos quatro minutos, o volante Jorginho aproveitou a sobra numa cobrança de escanteio e acertou um lindo voleio para tirar o grito de gol entalado na garganta do torcedor raposeiro. Golaço no Amigão.
O gol não diminuiu o ímpeto raposeiro, que seguiu pressionando o time cearense. Aos 18, o atacante Danilo Bala fez bela jogada pela direita e finalizou com muito perigo. Gleibson foi buscar no cantinho, mandando para escanteio. Apesar do esforço do time da casa, a partida foi mesmo para os pênaltis.
Pênaltis
Na decisão de pênaltis, o Ferroviário foi perfeito e acertou todas as cobranças. Já o Campinense contou com a infelicidade do volante Felipe Macena, que acertou a trave esquerda de Gleibson. Final no Amigão: Ferroviário 5 x 4 Campinense.

Fonte: Correio da Paraíba
Tecnologia do Blogger.