PUBLICIDADE

Dez pessoas são presas e uma arma apreendida no Brejo da PB

Sete homens e três mulheres foram detidos e uma arma de fogo foi apreendida por policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) durante o final de semana, em ocorrências registradas nas cidades da região do Brejo paraibano.

Nesse domingo (12), No Sítio Manga, zona rural de Pilões, policiais receberam uma ligação anônima informando que em um bar teria acontecido um desentendimento e, ao chegarem ao local, realizaram abordagens e com o suspeito, que apresentava sinais visíveis de embriaguez e portava uma faca peixeira, que foi apreendida. Os policiais solicitaram que ele se retirasse do local, então ele montou em um cavalo e tentou passar por cima de um policial militar e, em seguida, esbarrou na viatura, causando danos. O suspeito caiu do cavalo, momento em que o comandante da guarnição desembarcou da viatura e tentou imobilizá-lo, sofrendo uma fratura no braço esquerdo. O suspeito foi contido, preso e conduzido à delegacia, onde foi autuado em flagrante por lesão corporal e dano ao patrimônio público. 
 
No Conjunto Nossa Senhora Aparecida, na cidade de Guarabira, a guarnição comandada pelo CPU (Comandante de Policiamento da Unidade) do 4º BPM, tenente Castro, realizava rondas quando abordou o suspeito consumindo entorpecente e de posse de uma quantidade de substância semelhante à maconha. O CPU solicitou apoio da guarnição comandada pelo sargento Flávio, que conduziu o homem para a delegacia. No centro da cidade de Belém, os policiais se depararam com um homem em atitude suspeita e, na revista pessoal, encontraram com ele um revólver calibre 38, com dez munições intactas. A arma, as munições e o suspeito foram apresentados na delegacia.

Também em Guarabira, no Alto da Boa Vista, dois irmãos, um deles com sinais visíveis de embriaguez, teriam iniciado uma discussão e entrado em vias de fato. De imediato, a guarnição comandada pelo cabo Ricardo se dirigiu para o local e constatou o ocorrido, conduzindo os dois envolvidos para a delegacia policial para as providências legais. No Sítio Itamatay, uma mulher solicitou a presença da Polícia Militar porque a sua nora estaria muito alterada e teria agredido fisicamente, com tapas e empurrões, a filha menor de idade e que esta situação estava acontecendo com frequência. A guarnição comandada pelo cabo Erivan esteve no local e, constatada a veracidade do fato, acionou o Conselho Tutelar e conduziu às envolvidas a delegacia.

No Juá, também em Guarabira, os policiais militares tomaram conhecimento que duas mulheres entraram em atrito verbal e vias de fato por questões de foro íntimo e divisão de bens. Uma guarnição policial foi enviada até o local e constatou o fato, conduzindo as duas para a delegacia. Em Cuitegi, a Polícia Militar recebeu denúncia de um familiar informando que o suspeito estaria com sinais visíveis de embriaguez alcoólica, criando desordem no interior da própria residência. Ao chegarem ao local da denúncia os policiais militares constaram a veracidade e testemunhas também relataram que o suspeito teria tentado arrombar alguns veículos que estavam estacionados nas proximidades da sua residência. 

No sábado (11), um homem foi preso depois que os policiais receberam uma denúncia de que ele estava criando desordem num bar. Os proprietários do estabelecimento comercial informaram que o acusado chegou ao bar já criando desordem e vindo a quebrar um copo e, em seguida, de posse de uma faca, ameaçou a esposa do dono do estabelecimento. Quando percebeu que o dono havia ligado para a Polícia Militar, ele se evadiu do local, mas a guarnição realizou diligências e conseguiu prender o suspeito, que já havia se desfeito da faca, mas confessou o fato e mostrou onde teria jogado a arma branca. O acusado e a faca foram conduzidos para a delegacia. 

Fonte: Bananeiras Online com Assessoria
Tecnologia do Blogger.