PUBLICIDADE

Maranhão acusa Governo de sabotagem: ‘Só não serei candidato nesta eleição se me matarem’


O senador e candidato ao Governo da Paraíba pelo MDB, José Maranhão, acusou, durante coletiva de imprensa na tarde desta quinta-feira (16), o Governo do Estado de arquitetar uma “sabotagem” contra sua candidatura, por “espalhar” a informação de que ele estaria doente.

“Existe uma luta de poderes, principalmente do Governo do Estado, que do Palácio da Redenção comanda os correligionários na tentativa de desautorizar a candidatura cuja origem está no povo”, disse. 

O senador afirmou que desde a pré-candidatura existiu uma tentativa para que estivesse fora do pleito. “Diziam que eu não seria candidato, depois disseram que eu não poderiam fechar chapa, agora parte para as insinuações no submundo da imprensa. A Paraíba nunca se curvou a um poder. A política não pode ser uma guerra suja, três tentativas já fizeram, mas só não serei candidato se me matarem”, afirmou.

Aplicativo

De acordo com o candidato, um aplicativo disponibilizado para download permitirá comunicação com os eleitores, para que possam sugerir alternativas para o governo e críticas. “Nós vamos ouvir cidadão, que em tempo real poderá interagir conosco”, afirmou.

Fonte: MaisPB

Tecnologia do Blogger.