PUBLICIDADE

Trabalhador soterrado após rompimento de silo de milho morre no Trauma em CG

Um dos funcionários que foi soterrado após o rompimento de um silo de milho em Campina Grande não resistiu e faleceu. A segunda vítima continua internada e o estado de saúde é considerado regular.

A vítima fatal foi identificada como Geraldo José da Silva, de 46 anos, que chegou a ser socorrido e encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, mas como havia ficado muito tempo soterrado, não resistiu aos ferimentos e teve a morte confirmada.
O outro funcionário soterrado, José Eugênio Alves Pequeno, de 51 anos, foi atendido por equipes do Samu e encaminhando para o Hospital de Emergência e Trauma. De acordo com a assessoria de imprensa da unidade, até às 10h36 o estado de saúde era considerado regular.
“As informações iniciais são de que o silo rompeu na parte de cima e as pessoas que estavam em baixo foram soterradas. Duas foram resgatadas, uma estado mais grave”, explicou a tenente coronel Jousilene de Sales, do Corpo de Bombeiros.
“Foi feita uma contagem dos funcionários que estavam no local e realmente foi constatado que só estavam faltando esses dois trabalhadores”, disse a capitã Vivicléia, relações públicas do Corpo de Bombeiros.
O local foi isolado para realização de perícia. A ocorrência está em andamento.

Fonte: focandoanoticia 
Tecnologia do Blogger.