PUBLICIDADE

Após rumores de saída, Ruy Carneiro garante "a princípio" permanência no PSDB

“Vamos dando tempo ao tempo, a princípio eu fico”. Foi assim que o atual presidente do PSDB, e deputado federal eleito, Ruy Carneiro definiu, nesta segunda-feira (22), sua situação na sigla tucana. O futuro parlamentar vem sendo ventilado em outras siglas, uma delas o PSL, que vem recebendo reiterados apoios do presidente de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB).

Ruy falou sobre o desempenho do seu partido nas eleições deste ano. Para Ruy, o fracasso nas urnas na eleição majoritária se deu porque a situação fugiu do controle. “Nós não conseguimos executar na campanha para o governo do Estado o nosso “plano a”, que era Luciano Cartaxo como candidato. Infelizmente, houve um desconforto e ele preferiu ficar na Prefeitura”, explicou durante entrevista a uma rádio de João Pessoa.

Apesar de ser de oposição, o parlamentar afirmou que a eleição de João Azevêdo foi uma decisão do eleitorado paraibano e que irá respeitar e fazer o possível para ajudar o novo governador. “Acredito que a bancada deve sentar-se a mesa com João e ajudar no que for necessário para o crescimento da Paraíba, pois é nesse instante que deixamos de ser verdes, vermelhos ou laranjas e passamos a ser a bandeira do estado”, destacou.

Ao ser questionado se o partido errou em não ter lançado Pedro Cunha Lima ao invés de Lucélio, o parlamentar assegurou que não houve erro e sim a manutenção de alianças. “Temos uma aliança com Luciano Cartaxo e essa aliança continua. Trabalhamos muito para Lucélio, mas infelizmente a população entendeu que João era mais adequado neste momento”, disse.

Segundo turno

A menos de uma semana das eleições para o cargo de presidente da República, Ruy Carneiro afirmou que ainda não decidiu o voto e que uma reunião com o partido está prevista para acontecer daqui para quarta-feira, mas garantiu que, independentemente de quem ganhe vai “apoiar o governo no que for importante para o Brasil”.

Fonte: blogdogordinho
Tecnologia do Blogger.