PUBLICIDADE

Cerca de 60 mil paraibanos participam de Caminhada da Virada com Haddad em JP


Apoiadores da candidatura do presidenciável Fernando Haddad (PT) se concentram em frente ao colégio Lyceu Paraibano, para sair em caminhada pelas principais ruas do Centro da Capital. De acordo com a organização, cerca de 60 mil paraibanos participaram do ato. Aos gritos de “Haddad presidente”, o petista saudou e agradeceu o carinho e empenho dos paraibanos durante caminhada até o Ponto de Cem Réis.

Haddad esteve junto com o governador Ricardo Coutinho (PSB), o futuro governador João Azevêdo (PSB), a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT), o senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB) e de outras lideranças do estado.

O governador Ricardo Coutinho diz que não dá para comparar um economista democrata, com alguém que quer dar armas à população e elogia torturas. Socialista destaca xenofobia de Bolsonaro para com os nordestinos. “Sem o Nordeste, o Brasil teria um vazio na alma”, disse. Para finalizar: “Vamos virar o jogo, e fazer Haddad Presidente”.

Já o governador eleito João Azevêdo, conclamou a população paraibana para dar a mesma vitória que lhe deram para Haddad. “Meu nome é João. Mas desde o dia 7, meu nome não é mais esse, meu passou a ser Haddad”, disse o futuro governador do Estado.

Inicialmente, Haddad agradeceu a presença e a força do povo da Paraíba. “Por acaso o povo do Nordeste vota em ‘arregão’?”, questionou. Em seguida falou sobre o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, não comparecer a debates na televisão aberta.

Haddad classificou Bolsonaro como “frouxo” por não ir aos debates, e falou que queria ver ele falando mal de mulheres, negros, gays e minorias na sua frente. Ele ainda destacou o poder da Educação para os brasileiros, e as medidas que visam mais trabalho e redução do preço do gás de cozinha.

Fonte: blogdogordinho
Tecnologia do Blogger.