PUBLICIDADE

Jogador irregular pode fazer Perilima ser eliminado da Segunda Divisão

Com uma campanha perfeita na segunda divisão do Campeonato Paraibano e o acesso à elite virtualmente garantido, a nova Desportiva Perilima vacilou na burocracia e pode ser eliminada da competição por conta de uma escalação irregular.
É que um coadjuvante no time do técnico mexicano Ricardo Campos, o jogador Brenno Yuri, agora é protagonista de uma disputa que deve ser definida nos tribunais, após denúncia formalizada pelo Sport-PB ao Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba (TJDF-PB).
Conforme a acusação do Carneiro, a Perilima feriu o regulamento do estadual, relacionando para cinco partidas um atleta que não tem vínculo profissional com o clube e que vai fazer 21 anos em 2018, o que é vedado, de fato, pelo documento que rege a competição.
O jornalista Pedro Alves, do GloboEsporte.com da Paraíba, apurou que em pelo menos três partidas o jogador constou em súmula de maneira irregular – contra Picuiense (1ª rodada da 1ª fase), Queimadense (2ª rodada) e Sport (3ª rodada).
Na 4ª e na 5ª rodadas, contra o próprio Sport-PB e Queimadense respectivamente, o nome de Brenno foi divulgado pelas redes sociais da Perilima como estando à disposição no banco de reservas, mas até o momento a FPF ainda não disponibilizou as súmulas dessas partidas.
Contra a Queimadense, pela 2ª rodada da competição, Brenno entrou em campo na única vez em que atuou na Segundinha. O Sport-PB alega que o meia constou em súmula nas cinco ocasiões.
A falta de condição para atuar no torneio se dá por conta de algumas exigências do regulamento da divisão de acesso do estadual.
De acordo com o documento, dentre algumas outras disposições, cada clube pode utilizar por partida apenas cinco jogadores não profissionais. Estes precisam ter no máximo 20 anos e, como especifica o regulamento, no caso de terem essa idade máxima, precisam ter nascido em 1998.
O último registro de Brenno Yuri no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) data do dia 17 de setembro deste ano e trata de um vínculo não profissional com a Perilima.
Apesar de ter 20 anos, o jovem nasceu no dia 6 de dezembro de 1997 e vai completar 21 anos em 2018, segundo o sistema da CBF. Atuar no torneio, portanto, fere o regulamento específico da competição. Para que estivesse regular com essa idade, o contrato registrado no BID teria que ser profissional.
A constatação contraria o que a FPF tinha divulgado anteriormente. Segundo a entidade, a denúncia feita pelo Sport-PB dizia que a Perilima havia utilizado em algumas partidas seis atletas acima dos 23 anos, o que também configuraria uma infração, já que o regulamento limita que apenas cinco com idade superior a 23 podem disputar uma partida.
A denúncia do Carneiro, no entanto, questiona apenas o caso de Brenno Yuri. Caso vá a julgamento no TJDF-PB, a Perilima deve ser incursa no artigo do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que trata de “incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente”.
Caso seja condenada, a equipe perde os pontos que ganhou nas partidas em que usou jogador irregular e mais três para cada um desses jogos. O time também pode ser eliminado do torneio.
A reportagem tentou entrar em contato com a diretoria da Perilima, mas, segundo o supervisor de futebol do clube, Dagberto Silva, ninguém vai se pronunciar sobre o caso porque o time ainda não recebeu nenhuma notificação oficial da denúncia.
De acordo com a assessoria do TJDF-PB, a denúncia já está em posse do órgão, mas não há previsão para julgamento. Isso porque o tribunal não tem um novo procurador geral, desde que Marinaldo Barros foi afastado pela Justiça, e o novo presidente da entidade, Ricardo Barros, ainda não tomou posse.
Enquanto isso, o segundo jogo da semifinal entre Perilima e Sport-PB segue confirmado para acontecer no dia 31 de outubro. No último domingo, pela ida, a Perilima bateu o adversário por 1 a 0.

Fonte: Voz da Torcida
Tecnologia do Blogger.