PUBLICIDADE

Mais de 60% dos deputados estaduais eleitos na PB devem apoiar governo de João Azevêdo


O governador eleito da Paraíba, João Azevêdo (PSB), começa a administrar o estado a partir do dia 1º de janeiro de 2019. Ele deve contar com apoio de pelo menos 22, dos 36 deputados eleitos para a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), quantidade que representa 61% dos parlamentares.
Mais da metade dos deputados estaduais eleitos são de partidos que possuem alianças e formaram a coligação que elegeu o socialista. Só do PSB, oito deputados estaduais devem dar o apoio principal para o novo gestor.
Outros parlamentares eleitos filiados aos Partidos Avante, Partido Popular Socialista (PPS), Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Partido Republicano Brasileiro (PRB), Partido Comunista do Brasil (PCdoB), Podemos e Rede também devem continuar apoiando João Azevêdo durante os próximos quatro anos.

Base aliada de João Azevêdo

  • PSB: Adriano Galdino; Buba Germano; Cida Ramos; Estela Bezerra; Hervázio Bezerra; Jeová Campos; Pollyanna Dutra; Ricardo Barbosa;
  • Avante: Dr Taciano Diniz; Genival Matias; Júnior Araújo; Tião Gomes;
  • PPS: Bosco Carneiro; Dr. Erico;
  • Podemos: Branco Mendes; Edmilson Soares; João Gonçalves;
  • PTB: Doda de Tião; Wilson Filho;
  • PRB: Nabor Wanderley;
  • PCdoB: Inácio Falcão;
  • Rede: Chió.

Não declararam apoio

Wallber Virgolino (PATRI); Manoel Ludgério (PSD); João Henrique (PSDB); Camila Toscano (PSDB); Anderson Monteiro (PSC); Caio Roberto (PR); Drª Paula (PP); Felipe Leitão (PATRI); Galego de Souza (PP); Tovar (PSDB); Raniery Paulino (MDB); Cabo Gilberto Silva (PSL); Moacir Rodrigues (PSL); Eduardo Carneiro (PRTB).
Fonte: G1
Tecnologia do Blogger.