PUBLICIDADE

Vídeo íntimo atribuído a Doria é montagem, afirma perícia

Análise realizada pela advogada e perita criminal Roselle Sóglio mostra que o vídeo íntimo de um homem em uma orgia com mulheres, divulgado nas redes sociais na terça-feira (23) como se fosse do candidato ao governo de São Paulo pelo PSDB, João Doria, foi manipulado digitalmente sobre a face de uma outra pessoa. O laudo foi produzido a pedido da revista “Veja São Paulo”
Segundo Roselle, o responsável pela manipulação usou um software forense de origem canadense para criar uma espécie de “máscara digital” de Doria, colando-a sobre as imagens reais do homem no vídeo.
O especialista em crimes virtuais Wanderson Castilho também afirmou ser montagem ao site “Antagonista”. Castilho classificou como “manipulação grosseira”. “É possível ver as marcas da implantação do rosto do candidato sobre a imagem original. O rosto está deslocado e há uma deformação evidente no pescoço. A adulteração é sofrível”, garante.
Fonte: istoé
Tecnologia do Blogger.