PUBLICIDADE

Violência política não tem lugar nos EUA, diz Trump sobre envio de pacotes suspeitos


"Nestes tempos, temos que nos unir e mandar uma clara e inequívoca mensagem de que atos ou ameaças de violência política de qualquer tipo não têm lugar nos Estados Unidos da América”, disse o presidente Donald Trump ao comentar, nesta quarta-feira (24), os pacotes enviados com dispositivos aparentemente explosivos a Barack Obama, Hillary Clinton, entre outros.


Trump diz que recebeu informações das autoridades federais sobre o que chamou de "atos desprezíveis" e que "uma grande investigação federal" está em andamento. Ainda assim, não mencionou nenhum dos destinatários dos pacotes em suas observações, que incluem notórios desafetos democratas.


Ainda assim, ele disse: "Estamos extremamente zangados, chateados, descontentes com o que testemunhamos esta manhã e vamos chegar ao fundo disso".




Mais cedo, o vice-presidente Mike Pence expressou sua "condenação às tentativas de ataque contra o ex-presidente (Barack) Obama, os Clinton, a 'CNN' e outros".


"Essas ações covardes são desprezáveis e não têm cabimento neste país. Estou agradecido pela resposta rápida do Serviço Secreto, do FBI e das autoridades locais. Os responsáveis deverão responder à Justiça", acrescentou Pence.


O presidente da CNN, Jeff Zucker, por sua vez, divulgou um comunicado criticando Trump e a secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders. "Há uma total e completa falta de compreensão na Casa Branca sobre a gravidade de seus contínuos ataques à mídia", disse ele.




Dispositivos


Pacotes com dispositivos que aparentam ser explosivos mandados para diferentes personalidades americanas foram interceptados nesta quarta-feira (24). Nenhum deles chegou a explodir. Veja abaixo para quem foram mandados os pacotes:


Um agente especial do FBI, a polícia federal americana, disse à CNN que os dispositivos "pareciam ser bombas de cano" (bomba feita com um pedação de cano, um tipo comumente associado a fabricação caseira).




Fonte: G1
Tecnologia do Blogger.