PUBLICIDADE

Auto Esporte e Desportiva querem anulação do Campeonato Paraibano

Os dirigentes do Auto Esporte e da Desportiva Guarabira querem a anulação do Campeonato Paraibano de 2018. Os dois clubes impetraram um pedido liminar junto ao Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba (TJDF-PB), contra a Federação Paraibana de Futebol, Botafogo-PB e Campinense.
Auto Esporte e Desportiva Guarabira foram rebaixados para a Segunda Divisão do Paraibano, como últimos colocados da edição do certame de 2018. Com isso, a proposta dos clubes é de disputarem o Campeonato Paraibano de 2019 na Primeira Divisão.
Com base nas punições dos dirigentes de Botafogo-PB, Campinense, do TJDF-PB e vários árbitros por parte do Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), os presidentes do Auto Esporte, Helamã Nascimento e da Desportiva Guarabira, Domingos Sávio, querem o afastamento dos clubes que foram penalizados pelo STJD da competição.

Anular Campeonato Paraibano

De acordo com o advogado que representa Auto Esporte e Desportiva, Watteau Ferreira, “se trata de ação de impugnação de resultados, anulação de campeonato, perda de todos os pontos, eliminação da competição, rebaixamento de divisão e devolução de prêmios, com base nos artigos 10 ao 12 e 69 do Código Disciplinar da FIFA e o artigo 119 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva”, disse.
Auto Esporte e Desportiva Guarabira alegam na ação que “em decorrência do julgamento dos envolvidos na Operação Cartola, no STJD, onde foram condenados dirigentes, árbitros e assistentes do futebol da Paraíba, com pena de banimento, suspensão e multa e em consonância ao que dispõe e determina, e, já aplicados os artigos 69-1 e 69-2, do Código Disciplinar da FIFA, os clubes envolvidos também sejam punidos”.
Auto Esporte e Desportiva Guarabira, também pediram na ação, “a decretação da responsabilidade objetiva da FPF, Botafogo-PB e Campinense, por todos os danos decorrentes das ações da organização criminosa, na esfera civil e penal, com o dever de indenizar todos os lesados.

Outras competições

A contestação de Auto Esporte e Desportiva Guarabira sugere que Botafogo-PB e Campinense devolvam os valores em dinheiro recebidos com relação aos patrocínios da Caixa Econômica Federal e do Gol de Placa. Além disso, que Botafogo-PB e Campinense sejam excluídos da Copa do Brasil e Campeonato do Nordeste de 2019, vagas conquistadas de acordo com os resultados no Paraibano.
Fonte: portal correio
Tecnologia do Blogger.