PUBLICIDADE

Eleição da ALPB: Tião diz que aliados não podem ser menosprezados pelo PSB

O deputado estadual reeleito, Tião Gomes (Avante), afirmou na manhã desta quarta-feira (21), que a escolha da nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa não pode ficar a cargo exclusivamente do Partido Socialista Brasileiro (PSB). O parlamentar lembrou, em tom de alfinetada, que a eleição de João Azevêdo (PSB) foi construída em cima de uma aliança com vários outros partidos e não somente pelo PSB.   
“Não foi só o PSB que elegeu João. Além do comando de Ricardo, teve vários partidos que se agruparam e defenderam o nome de João. Nós não podemos ser aleijados do processo de eleição da ALPB”, disse o deputado reeleito.
Na oportunidade, Tião lembrou que os outros partidos da Base do governo querem participar das discussões, fazendo menção a um suposto “desprezo” dos deputados do PSB que querem resolver tudo sozinhos de forma monocrática.
“Nós queremos discutir dentro dos 22 deputados que elegeram João Governador. O comando das articulações deve ficar com Ricardo Coutinho e João, evidentemente. Entretanto, não se pode desprezar também os demais partidos que elegeram aliados. Queremos nossos espaços, nós precisamos do nosso espaço”, afirmou o parlamentar.
O deputado citou diretamente a parlamentar Estela Bezerra (PSB) como a responsável por essa conduta, afirmando ainda que houve consenso na eleição da primeira Mesa que ficará com o PSB, porém a segunda tem que ser dialogada com os outros partidos deixando vários nomes a disposição.
“Discordamos da maneira grossa como a deputada Estela trata os partidos aliados. Foram eleitos 22 deputados da base de João e nós trabalhamos. Dos 22, oito são do PSB e 14 de outros partidos. O Avante é o segundo maior partido em número de deputados estaduais. Nós concordamos que a primeira mesa, seja Galdino. Mas a segunda mesa deve ser dos aliados, de nós que formamos a composição que elegeu João Azevêdo, sob o comando de Ricardo Coutinho. Os aliados têm bons nomes como Branco Mendes, Edmilson Soares, Genival Matias e até o meu está à disposição”, explicou o deputado.
Na oportunidade, Tião ainda cutucou Estela e Cida, que segundo o mesmo, se elegeram diretamente com votos das suas antigas secretárias, afirmando ainda que ambas tem um controle delas de forma indireta, mesmo exercendo função parlamentar.
“Estela quer continuar com a Secretaria de Saúde, assim como Cida que se elegeu com os votos da secretaria que ela comandava e Buba do mesmo jeito. Então, nós que formamos o bloco nos elegemos com o nosso trabalho e com o do governo de uma maneira geral. Somos contra que deputado tenha o controle de alguma secretaria e queira nomear o secretário só pensando em se reeleger, como vem acontecendo ultimamente. Isso não é justo com quem conquistou a vitória trabalhando arduamente e se dedicando ao povo da Paraíba”, concluiu Tião Gomes.
Fonte: Portal WSCOM
Tecnologia do Blogger.